quarta-feira, 10 de maio de 2017

NOVA OCUPAÇÃO



sobre notícia publicada há tempos na imprensa brasileira

Descido já do trono onde pousou
como um galo vistoso em temporada
de ração gorda, D. Joaquim logrou,
depois de aposentado, outra barbada:

dar palestras a preço inflacionário
para quem, tendo em mãos "ouro" de sobra,
acha excelência em tão incrível obra
e quer aprender logo o receituário.

Voltou à vida! — o bravo, promovido
pela energia nova do tostão,
que há de levá-lo à lua, decidido,

no foguetinho da ética veloz:
duro peixe apregoado à multidão
como do crime e do malfeito — algoz.

segunda-feira, 1 de maio de 2017

SAÚDE PÚBLICA



Gilmar proíbe PF de ‘surpreender’ Aécio
(Notícia do Estadão)

Não sei se ele é cardíaco, mas penso
que o Gilmar tem razão nesse quesito.
E, afinal, nada vejo de esquisito
em cuidar de um compadre, se hipertenso,

tratando, pois, de resguardá-lo assim
e de impedir que a coisa degringole
para acidente grave ou que se enrole
a meada, sem jamais chegar ao fim.

No mais, não faço ideia da matéria
que tal pança acumula — questão séria,
da qual pende o futuro da República.

Digo que não dar sustos ao paciente
não é exercício, só, benevolente,
mas medida — crucial — de saúde pública.